• WMB Marketing Digital

Apple prepara mudanças radicais no iPhone 14

Após o anúncio de que a companhia não fará várias das atualizações esperadas no iPhone 13, a nova versão começa a ganhar contornos ambiciosos

A linha do iPhone 13, da Apple, pode ter piorado esta semana, mas a boa notícia é que a empresa está trabalhando em uma nova versão muito mais radical para aqueles que tiverem paciência.


Após o anúncio de que a gigante da tecnologia não fará várias das atualizações esperadas para o iPhone 13 este ano, Ming-Chi Kuo, um respeitado analista da Apple e nome conhecido na indústria, revelou que os planos para o iPhone 14 são realmente ambiciosos.


Segundo o especialista, com base numa pesquisa da “MacRumors”, a Apple vai sacudir a nova versão do iPhone ao descartar a opção Mini de 5,4 polegadas e substituí-la por um iPhone 14 Max de 6,7 polegadas, que custará menos de US$ 900. Esta seria a primeira vez que um modelo do tamanho do iPhone Pro Max estaria disponível por menos de US$ 1.000.


Kuo afirma que a Apple economizará dinheiro cortando vários recursos, mas a mudança do Mini para o Max provavelmente se tornará muito popular entre os usuários do iPhone.


O retorno da identificação touch

Segundo o analista, o touch ID estará de volta nos modelos de 2022 do iPhone 14 Pro. No iPhone 14 Max, no entanto, o recurso não deve ser incluído em função da política de redução de custos.


Dito isso, a combinação de segurança biométrica dupla provavelmente conduzirá a mudanças radicais na linha do iPhone, enquanto a Apple já trabalha em planos para integrar o documento de carteira de motorista ao iOS 15 e até mesmo em patentes para substituir o passaporte mais adiante. A biometria dupla desbloquearia essa função e poderia mudar fundamentalmente a maneira como vemos nossos smartphones.


O iPhone 5G mais barato de todos os tempos

Por último, mas não menos importante, Kuo diz que a Apple atualizará o iPhone SE em 2022, tornando-o “o iPhone 5G mais barato de todos os tempos”. Seu desempenho também será impulsionado. O especialista adverte que o design do novo iPhone SE deve permanecer, em grande parte, semelhante ao atual, mas é improvável que isso altere o mercado-alvo pretendido, especialmente se considerarmos que será o único iPhone pequeno restante após o iPhone Max substituir o Mini.


Se você ainda está se perguntando se deve atualizar o seu iPhone em 2021, vale lembrar que apesar das recentes decepções, ainda há muito pelo que esperar, como um design aprimorado, câmeras massivamente atualizadas, vida útil da bateria aumentada e a tão esperada estreia dos visores ProMotion de 120 Hz para os modelos iPhone 13 Pro. Mas é assim que a tecnologia funciona: com novidades atualizadas em intervalos de tempo cada vez menores. E, segundo os primeiros indícios, 2022 deve ser o ano em que a Apple vai sacudir o mercado, com revelações importantes. Provavelmente, até mesmo um iPhone dobrável.


Fonte: Forbes