• WMB Marketing Digital

Netflix aumenta valor dos planos e usuários comparam preços

A empresa de streaming Netflix anunciou que o valor dos planos de assinatura para os assinantes do Brasil teve reajuste


O plano básico, que oferece 1 tela e resolução SD (480p), passou de R$ 21,90 para R$ 25,90 por mês. O plano padrão, com direito a 2 telas e resolução Full HD (1080p), passou de R$ 32,90 para R$ 39,90 por mês. Já o plano Premium, que permite uso de 4 telas e tem resolução 4K+HDR (2160p), passou de R$ 45,90 para R$ 55,90 por mês.


De acordo com a empresa, o reajuste foi necessário por conta dos investimentos realizados na plataforma e para inclusão de novos filmes e séries no catálogo. O último aumento havia ocorrido há mais de anos e foi na ordem de 10 a 21%.


Após o anúncio, usuários repercutiram a notícia nas redes sociais, reclamando do cancelamento de algumas séries da plataforma e cogitaram migrar para outros serviços de streaming.


Compare as demais plataformas de Streaming

No HBO Max, o plano Mobile, para smartphones e tabletes, custa R$ 16,90 por mês. Já o plano Multitelas, com acesso a 5 telas ao mesmo tempo, custa R$ 27,90 por mês. Se o usuário fizer a assinatura anual o plano chega a ter desconto de até 33%.


O Disney+ tem o valor mensal de R$ 27,90. Caso o usuário faça a assinatura anual, há um desconto, e o pagamento de R$334 sai por R$279.


A Amazon disponibiliza o Prime Vídeo. Além de séries e filmes, membros Prime têm acesso a benefícios como frete GRÁTIS e rápido em milhares de produtos na Amazon.com.br, músicas e muito mais. Tudo por apenas R$ 9,90/mês.


O streaming da Globo, o Globoplay, tem o plano anual com o preço de 12x de R$ 19,90. A plataforma oferece milhões de músicas grátis pra ouvir onde quiser durante 12 meses. Agora no Globoplay + canais ao vivo, toda a programação do Multishow, GloboNews, SporTV, GNT, Gloob e outros. Além disso, é possível assinar Globoplay e Disney+, dois serviços, uma só assinatura! Escolha o seu plano, a partir de R$37,90/mês no 1º ano de assinatura


Fonte: Blog do Vestibular