• WMB Marketing Digital

As marcas precisam estar em todas as redes sociais?

Consumidores têm procurado identificação e naturalidade na relação online com as empresas

Atualmente, mais de 5 bilhões de pessoas estão conectadas à internet, sendo que 93% desse público acessa pelo menos uma rede social por dia, segundo a pesquisa Global Digital Report, organizada pelas consultorias Hootsuite e We Are Social. Em um cenário onde o consumidor é bombardeado com informações, as marcas precisam entender qual a melhor plataforma para alcançar seu público e, principalmente, se eles estão interessados em receber conteúdos de empresas neste local.


"É comum acreditar que é necessário a empresa se fazer presente em todas as redes sociais do momento, mas nada garante que esse será o caminho com mais sucesso. Antes de investir em produção de conteúdo, é importante fazer uma análise, principalmente de métricas, para ter a certeza de que as que você quer alcançar estão naquela rede", explica PC Dias, sócio e head de criação e estratégia da Eyxo Content Co.


O chamado "social commerce" tem uma aderência muito alta de público, e existe uma movimentação muito grande para que as empresas sejam mais naturais e próximas dos consumidores. Mais do que nunca, as pessoas procuram identificação com o que consomem no Facebook, Instagram, Youtube ou TikTok. Embora cada uma dessas plataformas tenha usuários com uma dinâmica própria e diferente, com certeza todas pedem por conteúdos relevantes e marcantes.


Uma pesquisa realizada pela All iN/Social Miner mostrou que o Instagram é o preferido por quem usa as redes para buscar produtos (62%), seguido pelo Facebook (61%), Google Shopping (61%) e WhatsApp (37%). Isso não significa que uma empresa precisa necessariamente investir em campanhas para todas essas redes. "No Instagram, por exemplo, as pessoas estão muito ligadas aos influenciadores digitais. Muitas vezes, investindo em conteúdo para essa rede com creators que façam sentido gera mais resultados do que um impulsionamento no Facebook", diz PC.


Assim, é importante que exista uma análise de todas as plataformas, para que os esforços sejam concentrados na rede que dialogue mais com o público que se quer impactar. Entender quais conteúdos a sua empresa vai oferecer também, visto que cada plataforma tem seu nicho e sua forma de apresentação. No Instagram, as pessoas estão esperando conteúdos em forma de fotos e vídeos, assim como no TikTok. No Twitter, interações mais leves e divertidas com certeza conquistam mais os usuários. O LinkedIn também é um canal considerado dependendo das particularidades e, claro, se o público que a empresa pretende atingir está lá.

"O engajamento nas mídias sociais é tão importante quanto outras formas de marketing e publicidade. Entender qual a melhor plataforma e se ela faz sentido para a sua empresa pode gerar grandes retornos. O tamanho da empresa também influencia na escolha de estar em mais ou menos redes. Minha dica é: avaliar se essa plataforma corresponde ao tipo de mensagem que você deseja passar e se seu público está engajado nela; se a resposta for sim, sua marca provavelmente precisa estar lá", finaliza PC.


Fonte: Administradores